Reação da Associação Médica Homeopática Brasileira

(foto de Marisa Cardoso)

O excelente blog brasileiro Cultura Científica mostra a reacão da Associação Médica Homeopática Brasileira à campanha, e desconstrói, tranquilamente, os típicos e já batidos argumentos dos homeopatas em relação a esta iniciativa. É uma leitura interessante.

O artigo em questão está aqui.

This entry was posted in Homeopatia. Bookmark the permalink.

10 Responses to Reação da Associação Médica Homeopática Brasileira

  1. author says:

    Acho particularmente interessante a argumentação de como os medicamentos homeopáticos não têm efeitos secundários tóxicos. Se correr mal a culpa não é nossa, se correr bem fomos nós. É o famoso princípio científico do “Convenientus selectus du causus-efectus.”. Perdoem o meu pobre latim mas a minha formação foi na Universidade de Astérix. Já sobra pouca paciência para argumentar de forma séria…

  2. Pedro Nunes says:

    Para me despedir, aqui deixo aos empenhados polemistas P. Homero, Palmira Silva, Leonor Abrantes, author, et al, um excerto de um texto que me parece bastante bem apanhado, como uma muito sincera forma de homenagem aos promotores e aderentes da campanha 10:23
    “A Terceira Lei Fundamental (da Estupidez Humana) pressupõe, apesar de não o enunciar explicitamente, que os seres humanos se incluem numa de quatro categorias fundamentais: os crédulos, os inteligentes, os bandidos e os estúpidos. (…) A Terceira Lei Fundamental esclarece que:
    Uma pessoa estúpida é uma pessoa que causa um dano a outra pessoa ou grupo de pessoas, sem que disso resulte alguma vantagem para si, ou podendo até vir a sofrer um prejuízo.
    Perante a Terceira Lei Fundamental, as pessoas racionais reagem instintivamente com cepticismo e incredulidade. O facto é que as pessoas razoáveis têm dificuldade em conceber e em compreender um comportamento não razoável. Mas deixemos de lado a teoria e observemos, ao invés, aquilo que nos acontece na prática do dia-a-dia. Todos nós nos lembramos de casos em que infelizmente nos relacionámos com um indivíduo que obteve um ganho causando-nos um prejuízo: deparámos com um bandido. Até nos podemos lembrar de casos em que um indivíduo praticou uma acção cujo resultado foi um prejuízo para ele e um ganho para nós: deparámos com um crédulo. Podemos recordar também casos em que um indivíduo praticou uma acção com a qual ambas as partes obtiveram vantagem: tratava-se de uma pessoa inteligente. Estes casos verificam-se constantemente. No entanto, pensando bem, temos que admitir que estes não constituem a totalidade dos acontecimentos que caracterizam o nosso dia-a-dia. A nossa vida é também pontuada por acontecimentos em que incorremos em percas de dinheiro, tempo, energia, apetite, tranquilidade e bom-humor, por causa das improváveis acções de alguma absurda criatura que, nos momentos mais impensáveis e inconvenientes, nos provoca prejuízos, frustrações e dificuldades, sem ter absolutamente nada a ganhar com o que fez. Ninguém sabe, percebe ou pode explicar porque é que essa absurda criatura faz o que faz. De facto, não há explicação, ou melhor, há uma única explicação: a pessoa em questão é estúpida.”
    Cipolla, Carlo, Allegro Ma Non Troppo

  3. author says:

    Muitas palavras para chamar estúpidos a quem denuncia a fraude da Homeopatia que tem causado danos desnecessários à saúde de quem a ela recorre e à de terceiros, e que é um risco crescente para a saúde pública.
    Não vou repetir links para sustentar a minha afirmação, estão disponíveis e já foram referidos muitas vezes, nomeadamente em respostas a comentários seus.

    • L says:

      Não vale a pena… já se viu que o senhor Pedro Nunes não pretende argumentar.

      • author says:

        Sim, eu percebi, e também o objectivo de fazer o mesmo post em vários sítios. Tantas vezes se diz uma mentira… que se ficar sem resposta ainda se torna verdade.

  4. magalhaes says:

    Como é?

    os 13 duques sempre vao tomar o remédio em gotas D4 de Ignatia tal como foi proposto pela AMENA, ou não?

    coragem, vamos lá rápido … afinal é só placebo!

  5. Pedro homero says:

    Não sabia que a proposes da amena ainda estava de pé, até porque era para o dia da ação. Outra coisa, não foi a amena que disse que os produtos homeopáticos são neutros?

  6. Pedro homero says:

    Errata: proposta em vez de proposes

  7. João Miguel Corrêa Machado Fernandes Novaes says:

    ahhaahahhahaah

    Ainda continua a discussão da Homeopatia???? é bom haver pessoas contra e a favor, se não o que seria o mundo????

Comments are closed.