COMCEPT e o evento 10:23 Portugal

Como já foi anunciado, este ano um grupo de países que participou na campanha 10:23 de 2011, resolveu juntar-se novamente para um novo evento. Os países que irão participar serão: Roménia, Hungria, Holanda, Brasil, Espanha, Portugal, EUA, Austrália e República Checa.

A criação da COMCEPT este ano permitiu que o evento em Portugal se possa repetir. Assim, a organização da campanha 10:23 em Portugal será a primeira acção pública da COMCEPT.

A partir deste momento todos as notícias e actualizações referentes ao e evento 10:23 serão publicadas na página Comcept – comunidade Céptica Portuguesa.

Posted in Homeopatia | Tagged , | 1 Comment

Um “homeopata” muda de opinião

Edzard Ernst nasceu na Alemanha e foi o primeiro professor de Medicina alternativa e complementar na Universidade de Exeter, no Reino Unido.

Para além da sua educação em medicina na Alemanha onde completou o seus doutoramentos, recebeu também formação em acupunctura, herbalismo, homeopatia, entre outras modalidades na terapêutica dita não convencional. Embora nunca se tenha registado oficialmente como homeopata, Ernst começou a sua carreira num hospital homeopático em Munique, Alemanha.

Na Universidade de Exeter, na qual já não trabalha por estar reformado, Ernst fez investigação na Medicina Alternativa e Complementar, dando ênfase à eficácia e segurança. Publicou cerca de 700 estudos em jornais científicos, a maioria revisões sistemáticas e meta-análises de estudos clínicos. Deste conjunto, Ernst declarou que apenas 5% da medicina alternativa é suportada por evidência científica. [1]

Recentemente, Ernst publicou um artigo de opinião no Jornal britânico The Guardian com o título “Porque mudei de ideias quanto à homeopatia”

Nele, Edzard Ernst menciona como ficou impressionado com os aparentes benefícios da homeopatia para o paciente durante o seu trabalho clínico há mais de 30 anos. A contradição entre esses efeitos e a implausibilidade da homeopatia podem, no entanto, ser explicadas através da compreensão da complexidade das respostas terapêuticas. Perceber como o ser humano está sujeito a erros de percepção e a falácias de pensamento lógico, é também um factor importante. [2]

Daí a importância de conduzir estudos clínicos que consigam evitar estes erros e para que haja realmente uma observação objectiva.

Existem cerca de 200 estudos clínicos sobre a homeopatia. Com um número tão grande de estudos e com uma qualidade tão díspar entre eles, torna-se claro porque razão há sempre por onde escolher. Assim, é importante que todos estes estudos sejam avaliados segundo o critério científico, através de uma revisão sistemática. E daquelas que foram publicadas são na maioria unânimes na conclusão de que os remédios homeopáticos não são diferentes de um placebo.

O artigo de Ernst é todo ele uma lição como nos podemos enganar pelos aparentes benefícios de um tratamento, para além de uma chamada de atenção para questões éticas que estão inerentemente associadas com o acto de dar placebos em vez de tratamentos eficazes quando eles existem.

Fontes:

[1] Wikipedia

[2] The Guardian

Publicado em simultâneo na página Comcept

Posted in Homeopatia, Internacional | Tagged , | 9 Comments

Campanha 2012

Portugal vai aderir novamente à campanha internacional 10:23 já no próximo dia 21 de Abril.

A adesão para o evento de 2012 conta, por enquanto, com os seguintes países:

Roménia

USA

Austrália

Hungria

Argentina

Espanha

Portugal

República Checa

O evento ocorrerá, tal como no ano passado, num sábado às 10h23 da manhã. O local ainda não está definido.

Posted in Homeopatia, Internacional | Tagged , , | 1 Comment

Farmácia Homeopática processa blogger português

Tem sido algo recorrente nos últimos tempos, infelizmente. Quando não se consegue responder com provas científicas, recorre-se a processos de difamação. A crítica, em ciência é necessária e incentivada. Na pseudo-ciência é razão para processos judiciais.

No ano passado, a francesa Boiron ameaçou um blogger italiano com um processo judicial.

Em Portugal, num caso que remonta ao ano de 2007, a Farmácia homeopática de Santa Justa, em Lisboa, vai levar a tribunal já no próximo 17 de Abril um blogger português por ter criticado a venda de produtos sem “eficácia comprovada”.

Posted in Homeopatia | Tagged

Pílula Homeopática

Já tem uns dias, mas não resistimos a colocar aqui a notícia publicada no Inimigo Público:

Via de rerum natura

Posted in Homeopatia, Humor | Tagged , , | 1 Comment

A força dos argumentos

Os argumentos dos proponentes da homeopatia podem ser resumidos em poucas linhas:

  • Experiências pessoais;
  • A medicina mata, logo a homeopatia funciona.
  • Todos os que se opõem são pagos pela indústria farmacêutica
  • A homeopatia funciona graças à física/química/energia quântica e a ciência ainda não sabe explicar como
  • A ciência não pode avaliar a homeopatia nos mesmos moldes que a medicina – precisa de um estatuto especial
  • A ciência é ditatorial, positivista, os homeopatas são as vítimas tal Galileu
  • A ciência deve ser objecto de gosto e opinião pessoal.

Nos debates que temos tido, tanto na página da Visão como no Facebook, temos confrontado esses argumentos (quando são argumentos e não insultos) com links para estudos que fundamentam a posição que os benefícios da homeopatia devem-se apenas ao efeito placebo.

Para que esses links não fiquem perdidos entre acusações e argumentos pouco edificantes, resolvemos criar esta página com ligações para esses mesmos estudos. Será uma página em constante construção.

Posted in Homeopatia | 5 Comments

A ciência e a homeopatia

Durante a semana passada a MHRA -Medicines and Healthcare produts Regulatory Agency (o organismo que controla os medicamentos e produtos de saúde no Reino Unido) – recebeu propostas para alterar as etiquetas dos produtos homeopáticos:

“Para o público poder tomar decisões informadas, é de importância vital que a evidência científica para a homeopatia seja claramente explicada e disponibilizada.”

O resultado não foi muito feliz como pode ser lido aqui. E é também pelas palavras de Ben Goldacre, autor de Ciência da Treta, que ficamos a saber da circulação de um e-mail entre homeopatas antes da MHRA ter chegado a uma conclusão, e onde se pode ler:

This avoids the need to prove the science behind prescribing of remedies and allows us to practise as normal.

ou seja,

Isto evita a necessidade de provar a ciência por detrás da prescrição de medicamentos e permite que possamos exercer a prática como habitualmente.

(a tradução é minha)

Finalmente admitem que a homeopatia não é uma prática científica!


Posted in Homeopatia | Tagged , | 11 Comments